Sábado, 16 de Dezembro de 2017 |
Presidentes das «Terras do Infante» visitam trabalhos no terreno

10:02 - 26/10/2015     603 visualizações LAGOS
Atualizado em: 26/10/2015
Imprimir
Os três presidentes das Câmaras Municipais de Aljezur, Lagos e Vila do Bispo, municípios que integram a Associação «Terras de Infante», visitaram recentemente o trabalho que está a ser desenvolvido no terreno, no âmbito da prevenção e defesa contra incêndios das áreas florestais.

De todo este trabalho foi destacada nesta visita - que acabou por decorrer exatamente no dia do 15º aniversário desta entidade -, a implementação da Rede Primária de Faixas de Gestão de Combustível (FGC), implementada em 2007-2008. O seu comprimento total é de 176 km, com uma largura média de 125 metros, que perfaz uma área de 2.200 hectares, e cuja distribuição pelos três municípios se faz em proporção da respetiva área territorial, conforme se pode verificar no mapa “Rede Primária de Faixas de Gestão de Combustível” (em anexo).

Para além da Rede Primária, as três equipas de sapadores florestais desta Associação de Municípios, constituída por 15 elementos, têm desenvolvido um importante esforço na criação e manutenção de redes de prevenção secundárias, como sejam as faixas de proteção aos aglomerados urbanos localizados nas interfaces urbano‑florestais ou as faixas de proteção junto às vias de comunicação municipais, e também na criação e manutenção de redes de prevenção terciárias, localizadas em áreas florestais ao longo de caminhos e aceiros florestais. Estão agora a ser executados trabalhos de silvicultura preventiva nos concelhos de Lagos e Vila do Bispo.

Recorde-se que a Terras do Infante – Associação de Municípios tem, desde a sua constituição, em 20 de Outubro de 2000, prestado um importante contributo para a prevenção e defesa das áreas florestais e rurais contra incêndios, na área territorial dos seus três municípios constituintes, cuja superfície total ascende a cerca de 72.000 hectares, sendo que a área considerada florestal (55.500 hectares) constitui 77% da área total dos três concelhos.

Atualmente, a Terras do Infante tem em execução duas candidaturas ao anterior quadro comunitário (PRODER), para criação de novos troços da Rede Primária de FGC.

No final desta visita, tanto a Presidente da Câmara Municipal de Lagos, na condição de Presidente do Conselho Diretivo desta associação, como o Presidente da Câmara Municipal de Aljezur, enalteceram “todo o trabalho que tem sido desenvolvido nesta área e que tem tido como resultado prático termos, felizmente, estado livres de incêndios nos últimos anos”, reforçando o “papel importantíssimo que esta Associação de Municípios desempenha no que diz respeito à vertente do apoio social”, relembrando, a propósito, algumas das causas e instituições que tem apoiado, nomeadamente a entrega simbólica, em julho, das chaves de uma carrinha adquirida pelo Núcleo Especializado para o Cidadão Incluso (sediada na Luz), instituição que opera nestes três concelhos, e que desde a sua fundação tem sido acarinhada e apoiada incondicionalmente pelos mesmos. Recorde-se que a verba do subsídio (48.516,93€) foi aplicada na aquisição de uma carrinha nova de 9 lugares (7 utentes + motorista e vigilante) - financiada a 100% pelas Terras do Infante - e na reparação da frota automóvel que a instituição já tem ao seu serviço. E mais recentemente, em outubro, a ajuda dada ao Estabelecimento Prisional de Silves, através da assinatura de um Acordo de Colaboração, que tem por objeto a concessão de apoio à construção de uma Casa de Visitas e de uma Casa de Visitas/Formação naquela instituição.
Enquadrada no esforço desenvolvido pela Associação Terras do Infante, no âmbito da defesa da floresta contra incêndios, recorde-se ainda a entrega, em Agosto deste ano, à equipa Municipal de Intervenção Florestal de Aljezur de um novo veículo de primeira intervenção para operar no território dos municípios de Aljezur, Lagos e Vila do Bispo. Adquirida na totalidade pela Terras do Infante – Associação de Municípios, com um custo total de 58 500€, destinou-se a substituir o antigo automóvel já com 10 anos de serviço e muitos quilómetros percorridos.

 

Por CM Lagos

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos