Segunda, 18 de Dezembro de 2017 |
Lone Star quer vender Vilamoura

10:14 - 04/10/2017     672 visualizações LOULÉ
Atualizado em: 04/10/2017
Imprimir
O fundo Lone Star decidiu colocar parte do empreendimento Vilamoura à venda.

Entre os ativos alienados pelos norte-americanos está a marina de Vilamoura – com 825 postos de arrumação – e vários terrenos para promoção imobiliária. A venda acontece depois do fundo ter comprado este empreendimento algarvio em março de 2015 e não deverá estar fechada até final do ano.

Dois anos depois de ter sido comprada pela Lone Star, por 200 milhões de euros, parte de Vilamoura volta a estar no mercado. A este empreendimento, que tem uma área de cerca de 1.700 hectares, pertencem áreas residenciais e de hotelaria, uma marina, um casino, campos de golfe, bem como infraestruturas para a prática de futebol e ténis.

Segundo avança o Jornal de Negócios, é a consultora imobiliária CBRE que está a representar a Lone Star, e até já há interessados a consultar o processo, um deles representado pela Aguirre Newman. A publicação revela ainda que esta não é a primeira vez que os americanos da Lone Star compram ativos em Portugal para depois os alienar, sendo essa a base do seu negócio.

De recordar que o fundo adquiriu o falido Chamartín, os centros comerciais Dolce Vita Porto, Dolce Vita Douro e Dolce Vita Coimbra, para depois os vender ao Deutsche Bank, por cerca de 200 milhões. Em 2016, os norte-americanos decidiram alienar o edifício Monumental e uma das torres do complexo Torres de Lisboa aos espanhóis da Merlin Properties, por mais de 100 milhões de euros.

 

Por: Idealista

 

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos