Segunda, 18 de Junho de 2018 |
OS MEUS NATAIS DE CRIANÇA

07:18 - 27/12/2017     529 visualizações HORÓSCOPO
Atualizado em: 27/12/2017
Imprimir
POESIA por Isidoro Cavaco | isidorocavaco@gmail.com

Tenho sempre na lembrança

Os meus natais de criança

Com meus avós e meus pais,

Gostava de os reviver

Por tantas saudades ter

Não os esqueço já mais.

 

Havia paz e amor,

Muito afeto e calor

Na casa dos meus avós;

O Natal era um regalo,

À noite a Missa do Galo,

O café e as filhós.

 

Muitos anos já passaram

As recordações ficaram

E a fé é sempre igual;

Por ser tudo tão bonito

Ainda hoje acredito

Nas prendas do Pai Natal.

 

Tornando o mito real

Eu queria que o Pai Natal

Trouxesse nos seus presentes,

A paz para o mundo inteiro,

Para os pobres mais dinheiro

E a saúde prós doentes!

 

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos