Quarta, 23 de Maio de 2018 |
Preço das casas subiu 11% em 2017 e deve disparar 8,5% este ano

12:00 - 08/02/2018     207 visualizações ECONOMIA
Imprimir
O preço das casas em Portugal vai continuar a seguir uma trajetória ascendente, depois de em 2017 ter sido registado um crescimento de 11%.

A agência de rating Standard & Poor’s (S&P) prevê que o preço da habitação no país aumente 8,5% este ano, mas antecipa um abrandamento do ritmo para 7% em 2019 e 6% em 2020.

Segundo os números avançados pela agência de notação financeira, Portugal ficará, em 2018, entre os dois países onde o preço das casas mais vai subir. Lado a lado com Portugal deverá ficar a Irlanda, segundo o Dinheiro Vivo.

“O crescimento económico robusto e a rápida melhoria do mercado de trabalho, as baixas taxas de juro, a forte procura e a falta de oferta continua a suportar os fortes aumentos dos preços das casas em Portugal. Antecipamos 8,5% de crescimento dos preços das casas este ano, após uma estimativa de 11% em 2017”, avança a agência de rating, citada pelo ECO.

O crescimento da economia nacional, as baixas taxas de juro, a procura dos estrangeiros e a falta de oferta de casas estão, segundo a agência de rating, entre os principais fatores que deverão impulsionar a contínua escalada de preços. Ainda assim a S&P antecipa um abrandamento destes valores para os próximos dois anos.  

“Esperamos que o crescimento se mantenha sólido em 2018, graças às reformas estruturais do passado e ao ambiente externo favorável, mas que deverá abrandar gradualmente nos próximos anos, para aquém dos 2% no final da década”, acrescenta. 

 

Por: Idealista

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos