Domingo, 21 de Outubro de 2018 |
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

11:54 - 17/05/2018     330 visualizações LAGOS
Imprimir
Por ordem do Ministério Público da secção de Lagos do DIAP de Faro, a Polícia de Segurança Pública deteve, esta 3ª feira, em Lagos, um homem de 58 anos de idade por suspeitas da prática de um crime de violência doméstica e de um crime de detenção de arma proibida.

O arguido e a vítima namoraram durante 15 anos e casaram em 2015, tendo esta última, em março de 2016, manifestado intenção de se divorciar. A partir desse momento, o arguido terá, repetidamente, injuriado, agredido, ameaçado de morte, e perseguido a ofendida, designadamente no local de trabalho, bem como entrado em casa desta, contra a sua vontade. Foram apreendidas ao arguido armas e munições proibidas.

Apresentado a primeiro interrogatório judicial em Lagos, o arguido ficou em prisão preventiva até se reunirem as condições de ficar sujeito a obrigação de permanência na habitação, com recurso a meios controlo de à distância. Ficou ainda  proibido de contactar a vítima e de deter ou adquirir armas de fogo.

O inquérito é dirigido pelo MP da secção de Lagos do DIAP de Faro, com a coadjuvação da Polícia de Segurança Pública.

 

Por: Ministério Público

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos