Domingo, 21 de Outubro de 2018 |
Linha do Algarve encerrada após comboio albarroar automóvel em Portimão

22:00 - 09/06/2018     533 visualizações PORTIMÃO
Imprimir
A circulação ferroviária na Linha do Algarve foi hoje cortada, após um comboio ter abalroado um automóvel, em Portimão, causando ferimentos ligeiros no condutor, disse à agência Lusa o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Faro.

O CDOS diz que às 13:37 recebeu um alerta “para um abalroamento ferroviário na passagem de nível de Portimão”, acrescentando que o condutor da viatura, um homem, português, de 88 anos, ficou ligeiramente ferido.

Pelas 14:40, a Linha do Algarve, que liga Lagos a Vila Real de Santo António, continuava cortada, não havendo hora prevista para a sua reabertura à circulação de comboios.

No local estiveram sete veículos apoiados por 15 operacionais, entre bombeiros, polícia e elementos da empresa Infraestruturas de Portugal.

 

Reaberta linha do Algarve após acidente com automóvel em Portimão

A circulação ferroviária na Linha do Algarve reabriu às 14:50, depois de ter estado cerca de hora e meia encerrada devido ao abalroamento de um automóvel por um comboio, em Portimão, disse o CDOS de Faro.

O acidente causou ferimentos ligeiros no condutor do veículo automóvel, um homem, português, de 88 anos, cuja viatura foi atingida pela composição ferroviária cerca das 13:37, hora a que as equipas de socorro receberam um alerta “para um abalroamento ferroviário na passagem de nível de Portimão”, precisou a fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Faro (CDOS).

"A linha foi reaberta às 14:50", informou.

O acidente causou a interrupção da circulação ferroviária na linha do Algarve, que liga Lagos a Vila Real de Santo António.

A Linha do Algarve é composta em dois ramais, um com destino a Lagos (onde se situa a estação de Portimão) e outro até Vila Real de Santo António.

A linha oriunda de Lisboa faz ligação à do Algarve em Tunes, no concelho de Silves.

No local do abalroamento, a prestar assistência de socorro, estiveram sete veículos apoiados por 15 operacionais, entre bombeiros, polícia e elementos da empresa Infraestruturas de Portugal.

 

Por: Lusa

 

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos