Quinta, 15 de Novembro de 2018 |
JUNIOR WALKER E A FALTA DE «LOUCURA RACIONAL» DO SEU FUTEBOL

10:09 - 09/07/2018     48 visualizações OPINIÃO
Imprimir
por Luís José Pinguinha | Vice-presidente do Louletano | FUTEBOL | Acompanhando as jovens promessas do Louletano

Nome: Kenneth John Junior Cabral Walker

Ano nascimento: 2003 (2 maio)

 

 

Desde o escalão de Petizes que Júnior Walker, de nacionalidade portuguesa, demonstra uma elevada sobriedade de carácter.

Essa postura, essa sua atitude, que se sente como natural, também se constata, dentro do campo, enquanto jogador de futebol.

Jogando a central ou, na maior parte das vezes, como médio defensivo, Junior, mais alto que a maioria dos colegas, denota um enorme compromisso com a solidez estrutural da equipa. Daí, e porque entende bem o jogo, surgir, no processo defensivo, sempre bem colocado, bloqueando os espaços de acesso à sua baliza, quer em contenção quer na antecipação aos adversários, assumindo-se como um recuperador de bola por excelência.

Inerente a esta qualidade está uma invulgar perceção do jogo, transmitindo a ideia que adivinha os lances.

Com consequência dessa exímia capacidade de ler o jogo, Junior tem facilidade em por a equipa a jogar. Fazer circular a bola com critério, ou seja, pensando no que vai fazer antes até de dominar o esférico (receção orientada), procurando servir quem em melhor posição está é uma imagem de marca que lhe está afecta.

Resumindo, Junior Walker, que na época que se inicia em 1 de julho integra o escalão de Juvenis, dá nas vistas por ser muito certinho, qual relógio suíço topo de gama. Mas no futebol há, por vezes, necessidade de correr riscos; há necessidade de, como se diz na gíria, “ir para cima deles”; há necessidade de abdicar do “futebolisticamente correto”.

Na verdade, com as qualidades que possui, se, por um lado, temperar o seu futebol com um cheirinho a “loucura”, de preferência “loucura racional”, isto é, arriscar nos momentos certos, nos momentos controlados, e, por outro, o que certamente irá acontecer ao longo do seu processo de formação, melhorar a técnica de remate, Junior Walker estará mais perto de exteriorizar todo o manancial futebolístico que possui. Que, acreditem, é (mesmo) muito.

 

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos