Quarta, 26 de Setembro de 2018 |
Faro vai ter uma nova marina e frente ribeirinha requalificada

17:39 - 07/09/2018     4559 visualizações FARO
Imprimir
O presidente da Câmara Municipal de Faro, Rogério Bacalhau, anunciou hoje que vai avançar com a requalificação urbana e marítima de toda a frente ribeirinha da capital algarvia, que inclui a construção de uma nova marina.

“Trata-se de um passeio marítimo, na cintura da periferia com o tecido urbano da cidade de Faro, ao longo de um corredor, criando um grande passadiço com vários pontos de amarração e várias docas de recreio, bem como a reconversão do porto comercial com a construção de uma marina”, explicou o autarca.

O governante acrescentou que irá “proporcionar um espaço de lazer, de economia e social, a sul da linha de caminho de ferro, passando por cima ou por baixo da mesma”.

Rogério Bacalhau falava na cerimónia de comemoração do dia da cidade, que contou com a presença da ministra do Mar, Ana Paula Vitorino.

O objetivo passa por criar uma maior ligação entre a Ria Formosa e a cidade, que tem como entrave a linha de caminho de ferro situada junto ao litoral.

A intervenção apresentada hoje prevê a criação de um passeio ribeirinho e de um passeio marítimo, a requalificação do eixo central e a criação de uma nova marina no porto comercial de Faro.

Segundo Rogério Bacalhau, os valores do investimento total “ainda estão por apurar porque ainda é necessário fazer estudos” e abrir concursos, sendo este um processo que “vai levar alguns anos”.

Quanto ao investimento para transformar o porto do cais comercial numa nova marina, “será de cerca de 120 milhões de euros e irá permitir a criação de cerca de 1000 postos de trabalho”, afirmou.

O autarca explicou que “a ideia é ter um investimento privado numa concessão por 70, 90 ou 100 anos, dependendo do que os estudos indicarem” e garantiu que este projeto tem suscitado o interesse de diversos investidores.

“Temos recebido várias manifestações de interesse, alguns a nível nacional e vários estrangeiros. Algumas das entidades já têm outros equipamentos deste género noutras partes do mundo e estão interessados. Além da construção da marina, o espaço terá outros equipamentos de apoio às atividades náuticas e na área da investigação”, acrescentou.

Presente na cerimónia esteve também a ministra do Mar, que manifestou o seu apoio a esta iniciativa e referiu que “a requalificação do território é um dos objetivos principais” do Governo e está a ser trabalhada “com vários municípios”.

“Trata-se de requalificar territórios em que já se degradou aquilo que em tempo foi a atividade principal, como a atividade portuária, e transformá-los em territórios que possam ser usufruídos pelos cidadãos e também pelos turistas. É importante que mantenha atividades ligadas ao mar, à náutica de recreio, de transporte marítimo, ao mesmo tempo tenha em conta a preservação do ambiente e mantenha a identidade com uma simbologia marítima nas soluções arquitetónicas e urbanas”.

Para a concretização deste projeto, a Câmara de Faro assinou hoje um protocolo com a Doca Pesca para a transferência da gestão do território junto à doca para a autarquia.

Será assinado outro protocolo entre o município de Faro e a Infraestruturas de Portugal.

 

Por: Lusa

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos