Quinta, 22 de Agosto de 2019 |
Imagem Ilustrativa
CÂMARA DE LOULÉ PROMOVE ADAPTAÇÕES NA CICLOVIA DE QUARTEIRA PARA MELHORAR CIRCULAÇÃO

14:00 - 04/04/2019     324 visualizações LOULÉ
Atualizado em: 04/04/2019
Imprimir
No âmbito do projeto Quarteira Lab, iniciativa através da qual estão a ser testadas soluções que permitam responder aos atuais desafios da mobilidade suave em meio urbano, a Câmara Municipal de Loulé irá proceder a reajustes na área de intervenção, entre a Rotunda do Polvo e a Rotunda do Terminal Rodoviário.

As intervenções em causa visam resolver alguns incómodos observados durante o período experimental decorrido (de janeiro a esta parte), nomeadamente no que concerne ao fluxo de circulação rodoviária, ao espaço de manobra dos veículos e ao ordenamento do estacionamento no troço da ciclovia.

Assim, nesta primeira fase, os trabalhos de adaptação irão incidir na eliminação de balizadores na curva do terminal rodoviário e no final das ruas adjacentes às Avenidas Carlos Mota Pinto e Francisco Sá Carneiro; no ordenamento do estacionamento ao longo da avenida, limitando-o a veículos com características determinadas por sinalização vertical; na criação de uma ligação com sinalização horizontal de via partilhada (zona 30 + bicicleta) na Rua da Alagoa até à rua da Armação, o que no futuro servirá de ligação ao Passeio das Dunas; e na repavimentação da Rua da Alagoa, da Rua da Armação e da Rotunda do Polvo, para colocação da nova sinalização horizontal.

Para os responsáveis municipais, “trata-se de medidas imediatas de correção que poderão futuramente ser reforçadas, caso se julgue necessário”. Para além destas, encontram-se em análise outras medidas que irão influenciar positivamente o fluxo de circulação rodoviária nas Avenidas Carlos Mota Pinto e Francisco Sá Carneiro, sendo o Quarteira Lab “um projeto flexível, sujeito a reajustes de forma a aliar as necessidades dos munícipes à Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas”.

De acordo com o executivo, “o Quarteira Lab constitui um projeto de extrema importância no contexto municipal naquilo que são as preocupações da Autarquia em matéria ambiental e da adaptação às alterações climáticas, em consonância com o que se passa na grande maioria dos centros urbanos da Europa”. “Nesse sentido, iremos prosseguir com as ações previstas neste Laboratório Vivo, que fomentem a descarbonização e através das quais serão testadas soluções inovadoras com vista à melhoria do desempenho ambiental e da sustentabilidade, assente em domínios prioritários como a energia, mobilidade, edifícios, economia circular, entre outros, pois acreditamos que esse será um passo decisivo para melhorar a qualidade de vida dos quarteirenses e de todos os que visitam esta cidade”, sublinham ainda os responsáveis da Câmara de Loulé.

 

Por: CML/GAP /RP

 

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos