Quinta, 17 de Outubro de 2019 |
Ocupação dos hotéis mantém-se em 78% e preços sobem 2% em maio - AHP

15:49 - 18/08/2019     334 visualizações ATUALIDADE
Imprimir
A taxa de ocupação dos hotéis em Portugal manteve-se em 78% em maio, face ao mesmo mês do ano passado, mas os preços subiram 2% no mesmo período, revelou hoje a associação do setor AHP.

Segundo o ‘AHP Tourism Monitors’ elaborado pela associação, em maio, o preço médio por quarto (ARR) e o preço médio por quarto disponível (RevPar)
apresentaram ambos «um crescimento de 2%», enquanto a taxa de ocupação (TO) manteve os valores de maio do ano passado (78%).

O documento da AHP (Associação da Hotelaria de Portugal) refere ainda que há a destacar uma queda da taxa de ocupação nos destinos Madeira, Estoril,
Açores, Aveiro e Beira Interior & Viseu, mas que esta subiu na Costa Azul, Minho, Lisboa, Alentejo e Algarve.

«Lisboa (90%), Grande Porto (87%) e Costa Azul (83%) foram os que registaram uma maior taxa de ocupação», sublinha o documento.

Já quanto ao ARR, este subiu 2% para os 99 euros.

Os hotéis de 3 e 4 estrelas apresentaram um crescimento de 5% e 3% do ARR, pela mesma ordem.

Em relação ao preço médio por quarto disponível (RevPar), este foi em maio de 77 euros, superior em 2% na comparação com o período homólogo.

De acordo com a AHP, os destinos turísticos com o RevPar mais elevado foram Lisboa (120 euros), Grande Porto (91 euros) e Estoril/Sintra (80 euros).

Em maio, o destino turístico Lisboa registou uma taxa de ocupação quarto de 90%, o que correspondeu a uma subida de 1,4 pontos percentuais na comparação
com idêntico mês do ano passado.

O RevPar, em Lisboa, foi de 120 euros no mês de maio, embora se tenha registado uma quebra de 2% no preço médio por quarto disponível.

As unidades hoteleiras da Costa Azul apresentam, em maio, um preço médio por quarto disponível de 72 euros, sendo que a taxa de ocupação por quarto foi
de 83%, mais 4,4 pontos, enquanto o preço médio por quarto disponível subiu12%.

Os hotéis do Alentejo, por sua vez, mostraram no mês de maio uma taxa de ocupação quarto de 75%, mais um ponto percentual, em relação a igual mês do
ano passado.

Naquela região, o preço médio por quarto disponível foi, neste mês, de 76 euros, enquanto o Revpar registava uma subida de 13% face ao mesmo mês do
ano anterior.

No caso do Algarve, a taxa de ocupação por quarto situou-se nos 72%, mais um ponto percentual, quando comparada com idêntico mês do ano passado.

A taxa de ocupação por quarto, na comparaçao por zonas, foi superior no Algarve Centro (75%), com o Algarve Sotavento nos 71% e o Algarve Barlavento
nos 69%.

No Algarve, o ARR foi de 88 euros em maio, face a igual mês do ano anterior, e o RevPar aumentou 3% no mesmo mês em termos homólogos.

Em maio, a hotelaria da Madeira denotou uma taxa de ocupação por quarto de 79%, menos 3,7 pontos percentuais, e em relação a idêntico mês do ano
passado. O ARR evidenciou uma subida de 3% e o RevPar fixou-se nos 59 euros.

No caso dos Açores, a hotelaria apresentou no mês em análise, uma taxa de ocupação por quarto de 78%, uma queda de 1,8 pontos, na comparação com o
período homólogo anterior, sendo que o ARR foi de 78 euros e o RevPar registou um crescimento de 10%.


Por: Lusa

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos