Sábado, 19 de Outubro de 2019 |
Pulseira eletrónica por violência doméstica

15:21 - 05/09/2019     254 visualizações ALBUFEIRA
Imprimir
O Comando Territorial de Faro, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas de Portimão, no dia 3 de setembro, deteve um homem com 40 anos, por violência doméstica, no concelho de Albufeira.

Durante uma investigação pelo crime de violência doméstica, os militares apuraram que o suspeito perseguia, ameaçava, agredia fisicamente e injuriava a vítima com 38 anos, com a qual manteve uma relação análoga à dos cônjuges, durante um ano. Porém, após o término da relação, há cerca de dois meses, este passou a apresentar um comportamento de ciúme obsessivo, procurando-a nos diversos locais por onde se deslocava. O arguido, que já tinha ameaçado a vítima de morte, verbalmente e com uma faca, chegou a danificar-lhe o carro com ácido, bem como a incendiar a casa de uma amiga, acusando esta de ter estragado a relação.

Assim, foi dado cumprimento a um mandado de busca em veículo e a um mandado de detenção, que culminaram na detenção do suspeito e na apreensão de:

·         Uma pistola de airsoft;

·         Seis tacos de golfe;

·         Uma faca;

O detido, com antecedentes criminais pela prática de crimes de violência doméstica, passagem de nota falsa, burla e burla informática, foi presente hoje no Tribunal Judicial de Portimão, onde lhe foi aplicada a medida de coação de proibição de contacto com a vítima na residência e local de trabalho controlado por pulseira eletrónica.

 

Por: GNR

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos