Segunda, 19 de Novembro de 2018 |
CONCERTOS JAZZ NAS ADEGAS JÁ TÊM BILHETES À VENDA

10:12 - 29/10/2018     84 visualizações SILVES
Imprimir
Já se encontram à venda os bilhetes para as sessões do Jazz nas Adegas agendadas para os dias 2 e 3 de novembro, na Quinta da Vinha, e 10 e 11 de novembro, na Quinta do Francês.

O 4’Teto Luís Nascimento será o grupo que atuará na Quinta da Vinha, propriedade da família Cabrita, nos dias 2 e 03 de novembro, respetivamente, pelas 21h00 e pelas 17h00. A Quinta do Francês acolherá o grupo Bruno Pedroso Trio nos dias 10 e 11 de novembro, respetivamente, pelas 17h00 e pelas 21h00.

Relembramos que esta atividade, organizada pela Câmara Municipal de Silves, integra, mais uma vez, a programação cultural 365 Algarve e conta com produção artística do Ginásio Clube de Faro. A iniciativa pretende dinamizar culturalmente os locais onde se produzem os Vinhos de Silves, numa simbiose entre o vinho, o seu produtor e a música, proporcionando uma experiência única ao público, em locais pouco usuais para a apresentação de um concerto de Jazz.

Os concertos são, como habitualmente, acompanhados de provas dos vinhos produzidos pelas adegas anfitriãs, e contemplam, ainda, a degustação de tapas de produtos locais, num conceito de reconhecido sucesso que marca a oferta cultural de qualidade na época baixa de procura turística pelo Algarve.

Os ingressos têm um custo associado de 12 euros (inclui, para além do concerto, prova de vinhos do produtor, degustação de tapas de produtos locais, voucher de visita ao Castelo e Museu Municipal de Arqueologia e a oferta de uma garrafa de vinho), encontrando-se à venda na plataforma BOL em https://www.bol.pt/Comprar/Pesquisa?q=jazz+nas+adegas&dist=0&e=0 ou num dos seguintes locais: FNAC, Worten, El Corte Inglés, CTT Correios, Pousadas da Juventude, Quiosques Serveasy. O evento destina-se a maiores de 18 anos.

As próximas sessões do Jazz nas Adegas terão lugar nos seguintes dias/locais e com os seguintes artistas:

30.nov 21h00 | 01.dez 17h00

Hot Four                               

Quinta dos Vales, Lagoa

 

18.jan. 21h00 | 19.jan. 17h00

Zeus Faber                            

Quinta João Clara, Alcantarilha

Marca: João Clara

 

09.fev. 21h00 | 10.fev. 21h00

Quarteto Ana Alves              

Quinta do Barradas, Silves

Marca: Barradas

 

22.fev. 21h00 | 23.fev. 17h00

Analog Music Project           

Quinta Rosa, Silves

Marca: JAAP

 

08.mar. 21h00 | 09.mar. 17h00

Paulo Strak Trio                    

Herdade Barranco do Vale, SB Messines

Marca: Herdade Barranco do Vale

 

15.mar. 21h00 | 16.mar. 17h00

Tamal Hot Band                   

Quinta de Mata Mouros, Silves

Marcas: Euphoria, Imprevisto e Convento do Paraíso

 

12.abr. 21h00 | 13.abr. 17h00

Mo Francesco Quintetto       

Quinta da Malaca, Pêra

Marcas: Malaca e Vale de Parra

 

26.abr. 17h00

Rerum Ensemble                   

Corticeira Amorim, Silves

 

17.mai. 21h00 | 18.mai. 17h00

Desidério Lázaro Trio                       

Quinta do Barranco Longo, Algoz

Remexido, KO, Barranco Longo e QUÊ

 

25.mai. 17h00

Miss Manouche                                 

Castelo de Silves

+ Info: Sector de Turismo da CMS | tel.: 282 440 800 | email: turismo@cm-silves.pt;

 

QUINTA DA VINHA

A Quinta da Vinha, propriedade da família Cabrita, localiza-se na freguesia de Silves, Sítio da Vala/Estrada das Fontes da Matosa. Tem aproximadamente 6,6 hectares.

A produção dos vinhos Cabrita iniciou-se em 1977, altura em que José André adquiriu a quinta e produziu castas tradicionais algarvias (Crato, Manteúdo, Negra-Mole e Castelão). Em 1980, José Manuel Cabrita, o filho, assume a direção da empresa, iniciando-se uma nova fase. Com a ajuda da empresa WineID (consultores em enologia), plantou novas castas e, em 2000 e 2001, reenxertou-se a vinha com Touriga-Nacional, Trincadeira, Aragonez, Arinto e Verdelho.

Os Vinhos Cabrita tinto e rosé nascem em 2007. Em 2008 inicia-se a produção do primeiro branco e em 2009 surgem os reservas branco e tinto. Em 2015 foram criados os vinhos de monocasta, Cabrita Moscatel Cabrita Arinto e Cabrita Negra Mole.

Atualmente a Quinta da Vinha dispõe de uma sala de provas com condições para a realização de eventos.

 

4’TETO LUÍS NASCIMENTO

Luís Nascimento iniciou os seus estudos musicais de saxofone tenor em 1981, na Banda Filarmónica Silvense. Integrou várias formações, como a primeira big band do Algarve – Estaleiro da Música – ou o Quinteto de Jazz com Manuel D’Avó, António Correia, Zé Soa-res, Rui Correia e mais tarde Fernando Raimundo.     

Desde 2012 tem colaborado com a big band da Escola de Jazz do Barreiro. Os 4´Teto Luis Nascimento apresentam um repertório dentro do Jazz, Fusion e Latin Jazz, influenciado por Sonny Rollins ou John Coltrane.

 

QUINTA DO FRANCÊS

Patrick Agostini é um médico francês, mas com origens familiares em Itália, origens essas que lhe conferiram a paixão pelo vinho e pelo cultivo da vinha. Essa paixão acabaria por levá-lo a licenciar-se também em Enologia e Viticultura em Bordéus.

A Quinta do Francês, localizada na freguesia de Silves, perto da ribeira de Odelouca e com nove hectares de vinha, tem um solo de xisto ácido que confere características muito próprias ao vinho ali produzido. Aliás, a sua localização é bastante particular, sendo caracterizada pelas muitas encostas e socalcos e por ter as vinhas viradas a sul de um círculo montanhoso – a Serra de Monchique.

Usando várias castas francesas das regiões de Bordéus e do Rhône (Cabernet-Sauvignon e Syrah) e portuguesas (Trincadeira e Tinta-Roriz), a quinta possui uma adega moderna muito bem equipada e um grande e acolhedor espaço de loja e prova.

 

BRUNO PEDROSO TRIO

Bruno Pedroso começou a estudar bateria em 1987, tendo frequentado a Academia dos Amadores de Música e a Escola de Jazz do Hot Clube de Portugal, tendo tocado com mui-tos dos nomes de referência do jazz nacional. É professor na Escola do Hot Clube e na Escola Superior de Música de Lisboa.

O Trio Bruno Pedroso toca “Bill Evans e Herbie Hancock”, inspirando-se nas formações mais marcantes da história do jazz. Este trio mergulha profundamente no universo dos dois pianistas mantendo assim viva a tradição e o espírito exploratório das formações originais.

 

Por: CM Silves

 

 

 

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos