Domingo, 15 de Setembro de 2019 |
MUNICÍPIO DE ALBUFEIRA DISTINGUE 77 PME LÍDER E EXCELÊNCIA

16:37 - 11/06/2019     117 visualizações ALBUFEIRA
Imprimir
Em 2018, foram distinguidas com o estatuto PME Líder e PME Excelência, 70 empresas. Neste ano, o número subiu para 77, um crescimento que «afeta positivamente todo o tecido social», salientou José Carlos Rolo.

Este estatuto, atribuído pelo IAPMEI e pelo Turismo de Portugal às empresas que mais contribuíram para a competitividade e para o desenvolvimento da economia nacional, teve lugar num ambiente de boa disposição, numa das empresas galardoadas, o restaurante Verde Minho.

Foi num ambiente de boa disposição que decorreu a cerimónia de distinção de 77 empresas do Município de Albufeira, cujos resultados de desempenho económico no ano transato mereceu o reconhecimento do estatuto de PME Líder ou PME Excelência, pelo IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, numa parceria com o Turismo de Portugal e com os principais bancos a operar no país.

A cerimónia teve lugar na passada semana, ao final da tarde, num dos restaurantes distinguidos com estes galardões. Para o Presidente da Câmara, José Carlos Rolo, “é sempre muito bom vermos o gráfico das nossas empresas a evoluir, e temos tido em Albufeira um crescimento exponencial, o que nos diz que este concelho continua a crescer economicamente. Este crescimento afeta positivamente todo o tecido social e embora este desenvolvimento seja maioritariamente da área turística, significa que todos os outros sectores estão envolvidos, como a Agricultura, as Pescas, o Sector Lúdico e outros”. Para o autarca, este crescimento permite equilibrar Albufeira, pois “é de equilíbrios que vivemos, logo, temos igualmente que nos sensibilizar para que este crescimento tenha em atenção o futuro, nomeadamente no que se refere às alterações climáticas; a riqueza que aqui temos, contas feitas, é a do Ambiente.”

Refira-se que estes estatutos, atribuídos desde há seis anos pelo IAPMEI, traduzem-se num instrumento de qualificação de empresas, assinalando as pequenas e médias empresas com os melhores indicadores económico-financeiros, provando a continuidade das suas estratégias de crescimento e de liderança competitiva. A obtenção deste selo de qualidade PME Líder e PME Excelência traduz-se em diversas oportunidades às empresas, nomeadamente no acesso ao crédito, melhores condições de financiamento e de aquisição de produtos e serviços, facilidades nas relações com a banca e administração pública, e ainda um certificado de qualidade na sua relação com o mercado.

Refira-se que este ano, o IAPMEI – Agência para a Competitividade e Inovação, distinguiu 2378 empresas com o estatuto de PME Excelência. No distrito de Faro mereceram este galardão 193 empresas, sendo que as do sector do turismo representam mais de metade das premiadas na edição de 2018.

O Presidente da Assembleia Municipal de Albufeira, Paulo Freitas, não deixou de assinalar que “cada vez que uma empresa do Algarve atinge este patamar na economia do país, só temos que a ver como exemplar, porque aqui no Algarve, continua a ser tudo muito mais difícil, quer pela sazonalidade a que está sujeita, quer por outros motivos.”

“É uma sorte estar nestas cerimónias, pois estamos a celebrar o vosso contributo para a economia, a qual cresceu de 23,5% para 30%”, começou por dizer o presidente do IAPMEI, Nuno Mangas, visivelmente satisfeito com os resultados de Albufeira. Lançando um repto aos empresários albufeirenses, referiu que “o nosso objectivo é chegar às 100 empresas Líder e 50 empresas Excelência, e para isso têm que ser mais exportadoras e mais criativas.”

 Presente também, o Diretor da Turismo de Portugal, Nuno Alves, que salientou dados consideráveis: como motor da economia, o Turismo representa 9% das exportações e 52% dos serviços. Atualmente, o Turismo português é a 14ª economia mais competitiva do mundo e, segundo Nuno Alves, talvez “para o próximo ano atinjamos a 10ª posição”. Mas avisa: “para isso precisamos de empresas como as que aqui estão e que dão o bom exemplo às outras, porque são líderes, porque são excelentes”. “O Turismo tem sido essencial para a recuperação económica do país, que culmina depois numa coisa que muito me apraz e que é a aquisição de emprego, que é para isso que trabalhamos todos os dias”, continuou aquele responsável.

O tributo para o Turismo daquele organismo tem passado pela redução do IVA na restauração e pela criação de linhas específicas de financiamento e “muito especificamente para o Algarve”. Aqui, Nuno Alves apontou “uma crítica”, esclarecendo: “Nós temos uma linha específica para esta região de 30 milhões de euros que acaba no final deste ano e pensávamos que na chegada deste verão já estivesse esgotada. Mas temos muito poucos projectos e o dinheiro está longe de se esgotar. Interessa-nos crescer em volume, mas também em valor e para isso precisamos de inovar, de criar novas ideias para a captação de novos públicos e novos países”.

 

Veja aqui, a reportagem em vídeo deste dia:

https://www.facebook.com/CMAlbufeira/videos/875811389439955/

Por: CM Albufeira

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos