Domingo, 13 de Outubro de 2019 |
PAVIMENTO EM MADEIRA DA CATEDRAL DE SILVES ESTÁ A SER RECUPERADO

16:50 - 05/09/2019     132 visualizações SILVES
Imprimir
Começaram ontem, dia 4 de setembro, as obras de recuperação do pavimento em madeira da Catedral de Silves, obras que serão realizadas pela Câmara Municipal de Silves em colaboração com a Paróquia de Nossa Senhora da Conceição de Silves, entidade responsável pela utilização diária daquele edifício.

Os trabalhos ficarão a cargo do Serviço de Conservação e Restauro da Divisão de Cultura, Turismo e Património e do Serviço de Carpintaria da Divisão de Obras Municipais e Trânsito da autarquia, que realizarão trabalhos para reparar patrologias e danos identificados. O pavimento em madeira do templo encontra-se bastante mal tratado sobretudo devido às condições ambientais do espaço (nomeadamente o excesso de humidade outrora ali existente) e à ausência ou realização de manutenções deficientes e restauros dissonantes. Contudo, apesar de todos estes fatores de degradação e alteração, a qualidade da madeira existente confere ao conjunto um bom estado de conservação, pelo que importa recuperá-lo.

A intervenção deverá ter uma duração de cerca de 92 dias e seguirá uma metodologia com elevado caracter conservativo, nomeadamente procedendo-se à recuperação da madeira existente, à sua limpeza, desinfestação, consolidação, preenchimento de lacunas, substituição de restauros dissonantes e aplicação de camada de proteção.

A intervenção neste espaço, classificado como Monumento Nacional, foi previamente aprovada pela tutela - a Direção Geral do Património Cultural -, tendo sido desenvolvido antecipadamente o diagnóstico do estado de conservação pela equipa de Conservação e Restauro da autarquia, recorrendo a um minucioso mapeamento de patologias.

Esta intervenção pretende garantir a salvaguarda do pavimento existente, seguindo o princípio da intervenção mínima que deve orientar sempre as intervenções de conservação e restauro, bem como a segurança das pessoas que circulam diariamente por aquele monumento nacional.

Recordamos que a Sé de Silves, cuja construção teve início no século XIV (sendo a cátedra do Bispo do Algarve até 1577), possui características arquitetónicas e estilísticas dessa época (gótico). Após o terramoto de 1755 e das obras realizadas no espaço em sua consequência ganhou uma feição Barroca, materializada na Torre Sineira e na Porta do Sol. É Monumento Nacional desde 1922.

 

Por: CM Silves

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos