Quinta, 21 de Novembro de 2019 |
O PROVÁVEL BRILHANTE FUTURO DE TIAGO PAIXÃO

12:58 - 08/09/2019     263 visualizações OPINIÃO
Atualizado em: 08/09/2019
Imprimir
Por Luís José Pinguinha | Vice-presidente do Louletano | FUTEBOL | Acompanhando as jovens promessas do Louletano | pinguinhaluisjose@gmail.com

Nome: Tiago Rafael Mestre Paixão

Ano nascimento: 2005 (2 maio)

 

A história demonstra que o Homem prefere, valoriza e fica mais realizado com o que constrói do que com o que destrói. E isto mesmo perante situações em que destruir é imperativo. Até há alguns anos atrás, as equipas de futebol funcionavam um pouco como compartimentos quase estanques, isto é, os defesas sobretudo defendiam (destruíam), os médios e os alas/extremos sobretudo criavam (construíam) e os pontas de lança sobretudo marcavam golos. Talvez por isto tudo, e também pela questão estética, os médios e os alas/extremos (porque constroem) e os pontas de lança (porque marcam golos) são os mais valorizados.

Hoje em dia há uma superior noção do trabalho de grupo, do conjunto, enfim do que é uma equipa. Daí que atualmente, numa equipa, o ponta de lança ser o primeiro defensor e o guarda-redes o primeiro atacante.

Mesmo assim, quando se pergunta a um jogador (seniores incluídos) qual é o objetivo de um jogo de futebol a resposta ser, muitas vezes, “marcar golos”. O que é, obviamente, uma resposta incompleta. O objetivo de um jogo de futebol é marcar golos e impedir que o adversário os marque.

Estas considerações avulsas servem para, de alguma forma, entendermos a crescente importância que os defesas têm numa equipa de futebol. Ou, dito de uma forma mais correta, a importância que cada jogador, independentemente do lugar em que jogador tem numa equipa de futebol. Porque num jogo de futebol todas as receções, todos os cortes, todos os passes, enfim, todos os movimentos contam.

Tiago Paixão joga a defesa central nos Iniciados do Louletano, equipa de disputa esta época o Campeonato Nacional. Chegado ao Louletano na temporada passada, vindo da Casa do Benfica de Tavira, Paixão foi uma agradável surpresa tendo, então como Iniciado de 1º ano, logrado ser titular da equipa principal do escalão, equipa que até se sagrou Campeã Distrital.

Muito inteligente a ocupar espaços, garante equilíbrio defensivo à equipa e evidencia uma assinalável eficácia nas transições ofensivas e, de cabeça levantada, conduz a equipa, jogando e fazendo-a jogar.

No fundo, Tiago Paixão é um jogador cuja qualidade não deixa dúvidas. Está aqui um grande jogador em potência, com um futuro futebolístico que pode ser brilhante. Um futuro que depende dele, do apoio familiar e dos dirigentes e dos treinadores com que coabitar.

 

 

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos