Sábado, 19 de Outubro de 2019 |
Apelido Frade

10:36 - 05/10/2019     149 visualizações OPINIÃO
Atualizado em: 05/10/2019
Imprimir
GENEALOGIA por Manuel da Silva Costa | mscosta2000@hotmail.com

O primeiro do apelido “Frade” foi Gomes Viegas que provinha da geração de Riba-Douro do conde Monio “Gasco”. É a linhagem “postrimeira” das 5 que “andaram a filhar o Reino de Portugal” (Livro Velho, 1270) e as outras eram “Sousa”, “Bragança”, “Maia” e “Baião”...

Monio “Gasco” veio da Biscaia na armada dos Gascões para recuperar o Porto e morreu na conquista de Riba-Douro com os filhos Gomes e Egas Moniz (1022).

Egas Moniz “o Velho” casou com Toda Ermiges filha de Ermígio Alboazar e de Vivili Trutesendes e foram pais de Ermígio.

Ermígio Viegas (1047) foi patrono do mosteiro de Pendorada. Do casamento com Unisco Pais nasceu Mónio.

Mónio Ermiges (1085), patrono de S. Tirso e “Maiorino” (1105) do Conde D. Henrique, casou com Ouroana de quem teve Egas (José Mattoso, 1987).

Egas Moniz “o Aio” foi governador de Lamego, Neiva, S. Martinho e Sanfins (1108-46). Aio de D. Afonso Henriques foi seu apoiante contra D. Teresa, sua mãe e o seu primo D. Afonso VII de Leão. Do casamento com Maior Pais, filha de Paio Guterres da Silva e de Sancha Anes, nasceu Lourenço.

Lourenço Viegas “Espadeiro”, chamado de irmão por D. Afonso Henriques, foi seu Alferes (1129) e governador de Neiva. Foi pai de Egas “ilegítimo” de Ortigueira.

Egas Lourenço, senhor da quinta da Coelha, no Porto, casou com Mor Mendes, filha de Mem Moniz, o primeiro a morrer na conquista de Santarém. Tiveram, entre outros filhos, Soeiro Viegas, patriarca dos “Coelho” e Gomes Viegas.

Gomes Viegas Frade foi casado com Teresa Gonçalves (filha de Gonçalo Gonçalves de Mohos), dando assim continuação á geração dos “Frade”. Seu penta neto, Álvaro Afonso Frade, morador em Olivença, foi escudeiro de D. Afonso V e participou nas conquistas de Alcácer Ceguer, Arzila e Tânger. Recebeu armas novas (fig.) em 1471…

Nas Atas de Vereação de Loulé é referido (1494) Joham Vasquez Frade, como homem-bom.

De Boliqueime era João Gonçalves Frade, filho de Francisco Gonçalves e de Beatriz Álvares. Casou em 1640 com Domingas Coelha (filha de Luís Coelho e de Inês Dias)…

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos