Segunda, 21 de Maio de 2018 |
Nota de Pesar

09:47 - 27/02/2018     1630 visualizações ATUALIDADE
Imprimir
É com profunda tristeza e pesar que a Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve (DRAP Algarve) recebeu a notícia do falecimento do Dr. Carlos Silva e Sousa, Advogado, dirigente associativo e empresário do setor vitivinícola na Região do Algarve.

O Dr. Carlos Silva e Sousa tinha 60 anos de idade e era o Presidente da Câmara Municipal de Albufeira, cargo para o qual havia sido eleito pela segunda vez em outubro de 2017, na sequência da eleição dos órgãos das Autarquias Locais.

A DRAP Algarve manifesta publicamente as mais sinceras condolências à família e amigos do Dr. Carlos Silva e Sousa por esta inestimável perda de uma Personalidade tão marcante na região do Algarve, distinguindo-se enquanto Presidente da Câmara Municipal e Presidente da Assembleia Municipal de Albufeira, por três mandatos consecutivos, entre 2001 a 2013, e como deputado à Assembleia da República na XII Legislatura (2011-2013), acumulando com a carreira profissional e a representação consular dos Estados de S. Tomé e Príncipe e da Lituânia.

O Dr. Dr. Carlos Silva e Sousa era o proprietário de uma das mais antigas vinhas do Algarve, falamos da Quinta dos Correias. Desde o século XIX que os seus vinhos são apreciados não só em Portugal mas também no estrangeiro, nomeadamente no Reino Unido e em Gibraltar.

A Quinta dos Correias foi adquirida no reinado de D. Maria pela família Correia e manteve-se até hoje entre ela, embora os seus limites originais fossem muito maiores. Está localizada no sítio da Arroteia de Baixo, freguesia da Luz de Tavira (concelho de Tavira), com vista direta sobre a Ria Formosa e a Fuzeta, povoação que emprestou o seu nome – nos séculos passados – aos vinhos Atalaia, Bias e Alfanchia desta quinta. Nos séculos XIX e XX, estes vinhos eram imensamente procurados pelos ingleses de Gibraltar, mas também pelos portugueses.


Atualmente produz dois vinhos, a Fuzeta com a classificação "Regional Algarve" e o Terras da Luz como "D.O.C Tavira", que se distinguem pelas diferentes castas que os compõem, que se refletem nos seus sabores e aromas. Tratam-se de vinhos puros, não tecnológicos, feitos no respeito da vinha e da qualidade da uva, com métodos ancestrais e saberes modernos, como o controle da temperatura durante as fermentações. A qualidade destes vinhos foi reconhecida nos vários concursos internacionais em que participaram, tendo sido galardoados com várias medalhas.

O falecimento do Dr. Carlos Silva e Sousa, deixa o Setor Vitivinícola da região do Algarve, e do Sotavento em particular mais pobre, deixando contudo o legado da Quinta dos Correias, local de produção de vinhos premiados, como um contributo impar para o Sotavento Algarvio e uma marca que nos acompanhará ao longo dos anos futuros.

 

Por: DRAPAlg

 
Newsletter
Preencha o campo para subscrever a newsletter
notícias mais lidas


 
 
CATEGORIAS
A VOZ DO ALGARVE
APOIO AO CLIENTE
Visite-nos